As Mãos de Eurídice, estreia nesta quinta (15), no projeto Quinta no Arena

Nas duas próximas quintas-feiras (15 e 22) o projeto Quinta no Arena apresentará o espetáculo “As Mãos de Eurídice”, de Pedro Bloch, no Teatro de Arena Sérgio Cardoso, com ingressos a R$ 10,00 e R$ 5,00, a partir das 19h.

As Mãos de Eurídice é considerado o primeiro monólogo interpretado no Brasil. Sua estreia aconteceu no dia 13 de maio de 1950, no Rio de Janeiro, com o ator Rodolfo Mayer. Teve sucesso imediato e logo o monólogo passou a ser apresentado pelos teatros do Brasil e do mundo, contando com cerca de 800 mil apresentações mundiais. Teve temporada na Broadway, no Booth Theatre, em 1952, e foi representado mais de três mil vezes por Rodolfo Mayer que, praticamente, dedicou sua carreira artística à interpretação desta peça. Além dele, o ator espanhol Enrique Guitart também a encenou por cerca de três mil vezes. No Reino Unido, a peça foi produzida por Sean Connery.

O monólogo narra as desventuras do escritor Gumercindo Tavares que decide abandonar a família e fugir com Eurídice, uma jovem bela e ambiciosa. Os dois vão para Mar del Plata, na Argentina. Ele a cobre de jóias e presentes caros, e ela, por sua vez, torra a fortuna do amante em cassinos, acabando por levá-lo à ruína financeira. Para reverter a situação, Gumercindo propõe vender as jóias, mas Eurídice não aceita. Após sete anos, Gumercindo retorna arrependido à sua família. Mas ela já não é a mesma: a esposa tem outro, a filha casou, e o filho havia morrido por causa da tuberculose. Nesse meio tempo, Eurídice reaparece e, novamente, o escritor pede-lhe as jóias de volta. Como ela recusa-se a devolvê-las, Gumercindo a mata.

Esta montagem será encenada no projeto Quinta no Arena pelo Ciclo de Teatro Independente, que surgiu em Penedo em 2004, com repertório bastante singular, resultado de um trabalho de pesquisa cênica, buscando tornar independente o trabalho de um jovem, e dele tirar todos os gritos proferidos por aqueles que detém uma forma de arte essencialista, não construída de nenhuma forma, submetendo-se no máximo a uma lapidação.

Texto: Pedro Bloch / Encenação-Atuação: Jean Lenzi / Contribuição Cênica: Lael Correa.

 Serviço:
Quinta no Arena - VII Edição
Espetáculo "As Mãos de Eurídice "
Ciclo de Teatro Independente
Dias 15 e 22 de setembro de 2011
Horário: 19h
Teatro de Arena Sérgio Cardoso (anexo ao Teatro Deodoro)
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)
Informações: (82) 3315-5665 / 5656
Realização: Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (DITEAL)